quinta-feira, 25 de outubro de 2012

olhares


a luz do teu olhar
permanece acesa
nas tormentas e tempestades
a luz do teu olhar nunca apaga
a nossa felicidade
ilumina a nossa estrada
a luz do teu olhar é
quebrada com nossa intimidade

cessa
quando sentimos o respirar



Esperança


nosso amor perdurará
pela nossa memória
traz a esperança
pela nossa glória
fora das tempestades
de emoções
e recriações
beberemos a água salgada
onde curamos as feridas
sagradas e salgadas
nosso rio será a nossa fonte
onde beberemos a felicidade
destes dias de espera

domingo, 21 de outubro de 2012

a folha branca que pegas

é tolhida de sentimentos

escreves e nao aparece

a angustia dos teus sentimentos

colcas a cor na folha

e segues teus movimentos

sonhas com o desejo

de conquistares os nossso momentos
a pétala que cai,
perto do teu desejo,
é a flor escondida,
do meu pensamento

Dedicada a rosa de vestido preto