terça-feira, 30 de novembro de 2010

Procurei-te

Procurei-te em Marte,
encontrei-te na Terra,
Procurei-te na Europa
estavas na America
Procurei-te no Peru
estavas no Brasil
Procurei-te no oceano
estavas na praia
Procurei-te aqui
estavas ali,
não te procurarei mais
porque estaras sempre aqui.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Submissão

Entrar no teu mundo
Esquecer o meu
Ouvir os teus segredos
Esconder os meus
ver o teu sorriso
ocultar o meu
sentir o teu prazer
negar o meu,

domingo, 28 de novembro de 2010

Naquela


Naquela cidade desenfreada
com a vida ocupada
sem tempo para nada
Na Naquela cidade desenfreada
transformada em nada
sempre desocupada
Naquela Praia Sossegada
sempre apaixonada
e namorada
Naquela Praia Sossegada
sempre sonhada e desejada.






  

sábado, 27 de novembro de 2010

Olhar

Naquele dia, olhei para o horizonte e vi teu corpo feito de agua e sal.
Não eras salgada nem doce, eras aquela que eu vi.
Permaneceste no oceano.
Mas pertencias a um lago.
Olhei, e vi uma tormenta,
acalmou com a tua beleza.
Enrolaste a esperança no mar
fascinando o meu olhar.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Manhã

Naquela manhã secreta,
abrimos o horizonte
Construimos uma ponte e
abrimos o coração
Entrelaçamos as almas
durante a madrugada
despidos de pudores
mas perdidos de amores

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

O Amor

Leva-te a planar
sem poderes voar
Leva-te a sonhar
sem poderes acordar
Leva-te ao altar
sem ouvires o padre
Leva-te ao prazer
sem saberes conquistar
Leva-te, e tu vais...

A Mulher

Sedutora e atraente
Manipuladora e verdadeira
Essência da vida
Transforma a noite no dia

Calçada

Percorrendo a calçada com os chinelos na mão,
encontrei a minha amada, sentada no chão
Tropecei na calçada, segurei-lhe a mão
Percorremos a calçada, saimos da solidão

Designio

Descalça e sorridente, atravessava a vida
De peito firme e face oculta, tornava-se dura
Ao passar a vida, tornou-se uma doçura
Que contagia a mente mais dura.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Fascinio

Naquela manhã fascinante, vi a tua sombra
espreitei e a sombra tinha movimento
abraçava o dia
enquanto tu acordavas da noite suada e ardente.